Como combater a impotência sexual de forma natural?

A impotência sexual, também chamada de disfunção erétil, é um problema que se caracteriza pela incapacidade de ter ou manter uma ereção, sem conseguir ter uma relação sexual satisfatória.

Trata-se de um problema muito comum, principalmente entre os homens com mais de 40 anos de idade. Aqui, falamos mais sobre impotência sexual, além de apresentar formas naturais de combatê-la. Confira!

imagem de um homem de cabeça baixa

O que causa impotência sexual?

A impotência sexual é uma disfunção multifatorial, o que significa que se trata de um problema que pode ter mais de uma causa. Normalmente, ela costuma ser:

 

Orgânica

Quando envolve alguma causa física, como doenças cardiovasculares, problemas metabólicos, hormonais e neurológicos. A causa orgânica também pode ser associada à realização de cirurgias e uso de medicamentos. De modo geral, é mais comum em homens a partir de 40 anos.

 

Psicogênica

Trata-se de causa associada a emoções, como ansiedade, nervosismo e medo de falhar. Nestes casos, essas sensações provocam picos de adrenalina que estimulam a contração de estruturas musculares, dificultando a ereção. Essa causa é mais frequente em homens jovens.

 

Mista

Alternativa que mescla as causas orgânica e psicogênica. Pacientes com causa mista geralmente precisam fazer um tratamento médico e psicológico para conseguir resolver a impotência sexual, combatendo problemas de saúde e emocionais.

 

Impotência sexual: fatores de risco

Existem fatores de risco que estimulam a impotência sexual e conhecê-los ajuda a adotar medidas preventivas. Confira, a seguir, quais são os principais fatores de risco para a disfunção erétil:

 

Idade

A impotência sexual é mais comum entre homens a partir de 40 anos, devido à deficiência androgênica do envelhecimento masculino, que é conhecida popularmente como andropausa.

Nesse período, a produção de testosterona cai progressivamente, o que diminui o desejo sexual e prejudica a ereção. Paralelamente, pode aumentar o risco de osteoporose, fraqueza muscular, perda de memória e depressão.

 

Problemas emocionais

Quem tem ansiedade, depressão, estresse, nervosismo, medo de desapontar ou falhar, entre outros problemas que podem desestabilizar o emocional, tem maior propensão a ter impotência sexual.

 

Uso de substâncias lícitas e ilícitas

O consumo de álcool pode prejudicar a ereção, bem como a ingestão de anabolizantes, como esteroides (neste caso, altera a produção de testosterona pelo organismo).

Já drogas ilícitas, como maconha, cocaína e demais sintéticas, comprometem a ereção e a libido, devido aos efeitos que possuem diretamente no cérebro.

 

Utilização de medicamentos

Existem medicamentos que podem estimular a impotência sexual, como os antidepressivos, ansiolíticos, antipsicóticos e anti-hipertensivos.

Se estiver usando um desses medicamentos e tiver disfunção erétil, o correto é comunicar seu médico esse efeito adverso e não suspender o uso do remédio imediatamente, somente se o profissional liberar.

 

Diagnóstico de doenças específicas

Diabéticos têm maior possibilidade de ter impotência sexual, bem como quem tem distúrbios associados a hormônios (como os da tireoide). Doenças que acometem o cérebro também têm maior potencial de provocar disfunção erétil.

Sedentarismo, obesidade, colesterol alto e hipertensão são prejudiciais à ereção, porque provocam prejuízos à circulação sanguínea, além de aumentar o risco de ter doenças cardiovasculares.

 

Como tratar a impotência sexual de forma natural

Os tratamentos para impotência sexual podem ser feitos de diferentes formas, sendo a mais comum com uso de medicamentos e injeções penianas.

Mas, existem alternativas naturais que ajudam a combater esse problema. Abaixo, apresentamos as principais:

 

Terapia

A terapia é indicada em casos de impotência sexual em jovens e adultos que tenham esse problema devido à ansiedade, depressão, estresse, entre outros problemas emocionais. Nesses casos, recomenda-se procurar um psicólogo especialista em sexualidade.

 

Adaptações no estilo de vida

Realizar adaptações no estilo de vida é fundamental para ter melhor saúde e eliminar alguns fatores de risco para a impotência sexual, como o sedentarismo e obesidade.

Para isso, basta fazer mudanças como praticar atividade física regularmente e perder peso, bem como deixar de usar substâncias lícitas e ilícitas. Se tomar bebidas alcoólicas, faça o consumo moderado.

 

Suplementos naturais para impotência sexual

Também há a possibilidade de uso de suplementos naturais manipulados para impotência sexual, como o Mucuna Pruriens, que é feito com uma planta indiana que possui propriedades afrodisíacas.

Outra opção é o suplemento manipulado Tribulus Terrestris, que contribui para o aumento da produção de testosterona e auxilia na melhora do desempenho sexual masculino.

Há, ainda, o suplemento de Catuaba, que é um estimulante sexual natural que ajuda no combate da disfunção erétil, aumentando o impulso sexual e melhorando a performance.

Um detalhe importante sobre o uso desses suplementos é que o ideal é consultar um urologista antes de utilizá-los, uma vez que existem ervas e plantas que podem causar efeitos colaterais importantes.

O médico será capaz de analisar seu caso e indicar o suplemento manipulado para impotência sexual mais adequado, inclusive com uma recomendação de posologia personalizada e mais precisa.

Portanto, antes de adotar essa dica de como tratar impotência sexual, consulte seu médico para utilizar o suplemento com mais segurança.