Crisina: Benefícios desse Flavanoíde para o Organismo

A Crisina é composto encontrado nas flores de algumas frutas, em cogumelos ostra e na erva camomila, que é frequentemente usada para fazer um chá calmante.

Sua suplementação parece funcionar sinergicamente com ervas que aumentam a testosterona para atuar de forma de equilíbrio hormonal, limitando a ação de uma enzima de conversão chave.

Por conta disso, tem sido relatado para melhorar o desenvolvimento de massa muscular magra em atletas e idosos.

A crisina, também conhecida como Flavona X, é estruturalmente definida como 5,7-dihidroxiflavona.

Experimentos de tecido humano com esta monoflavona demonstraram a capacidade de limitar a atividade da aromatase, assim, aumentando os níveis de testosterona.

Quer saber mais sobre a atuação deste flavanoíde no organismo? Acompanhe a leitura e beja algumas informações disponibilizadas pela Manuela Jobst, especialista em nutrição.

Crisina para atletas

Os atletas estão interessados em crisina para musculação porque pesquisas em laboratório sugeriram que esta substância poderia aumentar o hormônio masculino chamado testosterona e melhorar os resultados de musculação.

Ela possui ação inibitória sobre a aromatase, que por sua vez, é uma enzima encontrada em vários tecidos dentro do corpo, responsável pela conversão de androstenediona e testosterona em estrogênio.

Esta conversão é utilizada pelo organismo para manter as relações testosterona para estrogênio em equilíbrio.

Ou seja, quando os atletas querem aumentar a massa corporal magra, maximizar os níveis séricos de testosterona é uma preocupação primordial.

Benefícios

A crisina possui diversos benefícios para a saúde. Segundo a nutricionista Manuela Jobst, esta substância pode atuar em alguns órgãos essenciais, garantindo seu bom funcionamento.

Entre esses, podemos destacar:

  • Rins: A crisina protege o DNA contra danos e acelera o reparo. Também aumenta o processo de filtração de plasma, proteína e reduz a inflamação.
  • Coração: A doença cardíaca é outra epidemia. Há 100 anos ela praticamente não existia, hoje está em toda parte. A crisina ajuda a impulsionar nossas células cardíacas e também reduz a inflamação, o que evita o inchaço nas artérias e danos celulares.
  • Fígado: Quando você bebe álcool ou toma drogas orais, incluindo esteroides, ele vai esticar seu fígado. Estudos mostraram que a crisina aumenta a atividade antioxidante e reduz os danos às células.

Como tomar

Não há dosagem padrão para Crisina. Segundo orientações da Manuela, o uso deste suplemento dietético pode utilizar de dosagens como 500 a 1000 mg por dia.

Para os atletas, as dosagens costuma ser diferente, podendo chegar até 3000 mg por dia.

DICA:

Os atletas devem dividir a dosagem diária, tomando uma parte pela manhã e outra parte cerca de uma hora antes de um treino.

Para melhores resultados, pode ser usado junto com outros potenciadores de testosterona, incluindo Tribulus terrestris, zinco e DHEA.

Você pode obter maiores informações sobre este e outros suplementos no artigo da Manuela Jobst no site da Olivre Saúde.