É tendência na decoração: motivos de animais

Quando achamos que as tendências em decoração com motivos de animais, não iriam além do animal print em almofadas ou as clássicas esculturas de veados que pairam como troféus das paredes, descobrimos que o reino animal continua conquistando terreno em decoração com mais texturas e formas.

Os prints animais, em especial os de animais selvagens, como as zebras ou leopardos, levam-nos acompanhando desde 2012, mas agora saltam de cobertores, lençóis e tapetes para superfícies rígidas, tais como as paredes, seja em forma de papel de parede, seja na forma de atrevidas peças que garantem uma atmosfera calorosa e orgânica. Lembram-se das peles de urso, ao lado da lareira? Agora são as próprias chaminés que se cobrem com motivos de animais e, combinadas com cores escuras, transmitem uma elegância felina.

O mesmo acontece com os quadros, onde os motivos de animais são instalados dentro e fora de seus limites. Pontos que se assemelham a pele de uma zebra, pinturas com texturas que lembram um tigre, fotos de animais selvagens reconciliando nossos lares com a natureza…

Os motivos de animais podem ser usadas também como símbolo que liga nossa personalidade com o espaço que ocupamos: estátuas que refletem a nobreza dos cães, canetas decorativas ligadas a distintas aves… E, assim, uma infinidade de pequenos exemplos da fauna, que pode chegar a habitar no nosso salão.

Quem diz salão diz também outros espaços. Os motivos de animais chegam também os banhos, podendo fazê-lo de forma discreta, através de seus complementos ou grande, com espadas completas e materiais que substituem o mármore clássico. A iluminação também foi apontado a esta tendência, com lâmpadas a cada dia mais ousadas que podem vir a condicionar a luz ambiente.

Como vedes, o que parecia uma moda temporária tornou-se uma tendência radicais e interessante, que vos convidamos a explorar. Vocês vedes possibilidades para os motivos de animais em vosso lar?
Imagens | Clicando em cada imagem, você pode acessar sua fonte, exceto cabeceira, que pertence a Decorreport.
É tendência na decoração: motivos de animais