Estafa mental: o que é e como tratar naturalmente?

A correria do dia a dia, o excesso de tarefas e responsabilidades, bem como o grande volume de informações que recebemos diariamente podem desencadear um problema comum, a estafa mental.

Não sabe o que é estafa mental? Aqui, respondemos o que é e indicamos como tratá-la naturalmente. Continue a leitura e saiba!

 

O que é estafa mental?

A estafa mental é um quadro em que há o sobrecarregamento do cérebro, prejudicando seu funcionamento e gerando sintomas físicos e mentais específicos, de modo a prejudicar a qualidade de vida da pessoa.

 

O que provoca a estafa mental?

Existem vários gatilhos para o surgimento e estabelecimento da estafa mental, como os que são listados a seguir:

  • Necessidade de tomar muitas decisões em curto prazo;
  • Obrigação de realizar muitas atividades diariamente;
  • Recebimento de um volume grande de informação no dia a dia, precisando processá-la rapidamente para agir.

 

Sintomas da estafa mental

Você já sabe o que é estafa mental e o que pode provocá-la, agora é importante saber quais são seus principais sintomas para identificar esse problema e agir para tratá-lo.

Curiosamente, os sintomas de estafa mental são caracterizados como sinais de falência, indicando uma baixa no funcionamento cerebral. A seguir, veja quais são esses sinais:

  • Dificuldade de concentração;
  • Problemas de memória;
  • Incapacidade de elaborar pensamentos, principalmente os que demandem um raciocínio lógico;
  • Desequilíbrio emocional;
  • Insegurança constante;
  • Ansiedade;
  • Irritabilidade;
  • Insônia ou excesso de sono;
  • Dor de cabeça;
  • Mal-estar físico;
  • Baixa produtividade;
  • Perda de prazer em atividades que antes lhe agradavam;
  • Problemas no trabalho e em relacionamentos pessoais;
  • Busca por subterfúgios para ter prazer. Neste caso, é comum desenvolver compulsão alimentar e vício em drogas, jogos e sexo. Alimentos e bebidas alcoólicas, por exemplo, são compensatórios.

 

É importante mencionar que a estafa mental só é diagnosticada quando seus sintomas ocorrem com frequência ou de forma contínua, prejudicando a saúde física e emocional.

 

Estafa mental x Burnout

Muitas pessoas confundem a estafa mental com o Burnout. Mas, afinal, será que são a mesma coisa? Não são. A estafa mental é uma etapa anterior ao Burnout.

Curiosamente, o Burnout é um sinal de alerta máximo que o cérebro dá quando está muito sobrecarregado, tanto que quem vivencia esse quadro tem sintomas mais intensos, como apagões totais e lapsos de memória.

Além disso, quem tem Burnout possui uma constante sensação de impotência, baixa valia e dores físicas. Frequentemente, esse problema é comum quando a pessoa se dedica ao máximo ao trabalho e não identifica um retorno compensatório.

 

Como tratar a estafa mental naturalmente

Existem diferentes formas de tratar a estafa mental quando se identifica seus sintomas. De maneira geral, este é um problema que é tratado com mudança de estilo de vida, principalmente.

O motivo disso é simples: é preciso eliminar ou ter melhor controle sobre o que desencadeia a estafa mental, o que se atinge se realizar mudanças significativas em sua vida. Normalmente, recomenda-se que:

 

Faça psicoterapia

A psicoterapia ajudará identificar o que lhe incomoda, a refletir sobre atitudes, crenças e forma de relacionar com pessoas e coisas. Também ajuda a encontrar modos de mudar e de lidar com angústias, possibilitando que se relacione com o mundo de maneira mais agradável e saudável.

 

Alimente-se saudavelmente

Uma alimentação saudável fornece ao organismo, incluindo o cérebro, nutrientes essenciais para seu correto funcionamento. Por isso, coma mais alimentos naturais, corte o excesso de doces e industrializados, bem como o consumo em excesso de bebida alcoólica.

 

Durma o suficiente para se sentir descansado

Durante o sono, processos importantes ocorrem em nosso corpo, como o de fixação da memória e equilíbrio neuroquímico. Além disso, é nesse momento em que se tem um descanso reparador.

Se não dormir o tempo suficiente para que esses processos ocorram, há um prejuízo das funções cerebrais e vitais, provocando impactos negativos na saúde física e mental.

 

Faça exercícios físicos regularmente

A prática de exercícios físicos ajuda a reestabelecer o funcionamento dos neurotransmissores, libera hormônios e substâncias que produzem neurônios na região do hipocampo (que é relacionado à memória) e que atuam na regeneração celular.

Resumidamente, o cérebro funciona melhor que você se exercita. Por isso, procure realizar atividades físicas diariamente. Não é preciso fazer por muito tempo, de 30 a 45 minutos já é suficiente.

 

Desconecte-se

Ficar o tempo inteiro no celular não ajudará a dar um descanso para o cérebro, porque ele continuará sobrecarregado pelo excesso de informação recebida.

Por isso, procure se desconectar sempre que possível. Se for difícil deixar o celular de lado, procure gerenciar seu uso, como deixar de utilizá-lo aos finais de semana ou estabelecer um período curto específico para verificá-lo.

 

Use suplementos naturais

Uma alternativa de tratamento para estafa mental é utilizar suplementos naturais que combatem sintomas provocados por esse problema.

Bons exemplos são os suplementos de goji berry (aumenta a energia e qualidade do sono), rhodiola rósea (estimula o cérebro) e endorfeel nutri (dá mais disposição).