É tendência na decoração: tapetes de macramê

Há alguns meses atrás, em pleno outono 2013, algumas publicações se uniram para resenhar uma micro-tendência que se repetiu aqui e ali, mas que não se atreviam a fazer a ligação ainda pelo seu nome: tapeçarias de macramê e, mais em geral, tapeçarias de parede, elaborados à base de tecidos. E é que este tipo de decoração de parede, muito anos 70, é arriscada e polarizante, o que dá a sensação de ter uma vida muito curta. Mas pouco a pouco as tapeçarias de macramê se foram fazendo o seu site e para o dia de hoje deixaram de ser uma micro-tendência para se tornar uma verdadeira tendência em decoração para a primavera de 2014.

Os primeiros a detectar a tendência foram Decor8, que souberam ver o amplo alcance de idéia e não se limitaram a analisar apenas os tapetes de macramê, mas que, destacaram-se os tecidos trançados como panos de parede. Sua intuição lhes levou a rever o trabalho de profissionais como Maryanne Moodie, a fundadora da House of Maryanne Vintage, que durante a sua gravidez, se dedicou ao macramê como meio de relaxamento e acabou vendendo suas tapeçarias com muito sucesso, o de BrookandLyn, um casal de Nova York que se mudaram para Los Angeles e, entre outras coisas, decidiram dar forma à sua arte através do macramê e tapeçarias de tecido, ou o apartamento de Adam Pogue no centro de Los Angeles, um lar cheio de ideias DIY entre as quais se destacam as tapeçarias de parede.
Maryanne Moodie

Maryanne Moodie
Maryanne Moodie
Apartamento de Adam Pogue, em Los Angeles
BrookandLyn
BrookandLyn
BrookandLyn
A partir desse momento, tornamos a ver tapeçarias de macramê e derivados de forma intermitente em vários lugares e publicações, até que em janeiro de 2014, a tendência se confirmou: Elle Decor nos propõe a criação DIY de vasos pendentes de macramê, no Etsy existem milhares de artigos com a tag “woven hanging wall”, e no Pinterest cada vez são mais numerosas as placas com a palavra “macramê” no título. Confirmado: o macramé é tendência. Como participar?
Imagens | Decor8, BrookandLyn, Old Brand New Blog, The Design Files, Casa Sugar, O Pinterest.
É tendência na decoração: tapetes de macramê

Clássicos do design: a cadeira Swan

Parece que a família de móveis criados por Arne Jacobsen não tem fim. Hoje entramos no mundo da cadeira Swan, prima do conhecido poltrona Egg, e irmã do sofá Swan cujas formas, conforto e qualidade a situam a meio caminho entre o mundo das cadeiras e as poltronas. Hoje queremos explorar a história desta preciosa cadeira, um móvel ideal para criar recantos acolhedores em sua sala de estar-sala de jantar ou para usar como cadeira de secretária ou para visitas em sua empresa ou escritório.

História da cadeira Swan
A cadeira Swan nasceu juntamente com a poltrona Egg, e o sofá Swan em 1958, quando o designer e arquiteto dinamarquês Arne Jacobsen, recebeu o encargo de decorar o interior do Radisson SAS Royal Hotel, um edifício que ele mesmo projetou e construiu, e que até 1969 foi o edifício mais alto da Dinamarca e seu único arranha-céus. Os três móveis foram posteriormente utilizados na decoração de outros edifícios de uso público projetados por Jacobsen, como a sede do Banco Nacional da Dinamarca.
O trabalho de Arne Jacobsen inscrição dentro do modernismo dinamarquês, que ganhou relevância após a II Guerra Mundial e que foi pioneiro da popularização do design escandinavo, propiciada pela IKEA. Como arquiteto, Jacobsen destaca-se pelo seu contributo para o funcionalismo, criando edifícios que se destacam por colocar o seu design ao serviço de sua função. Mas, se passou a história foi pela sua faceta de designer industrial, que o tornou célebre graças a outras peças de mobiliário como a 7 Chair, a Ant Cadeira ou a Drop Chair.
7 Chair
Ant Chair
Drop Chair
Tanto a cadeira Swan, como a poltrona Egg tiveram sua versão sofá, mas apenas o sofá Swan ainda está sendo produzido hoje em dia. Trata-Se de uma elegante variação da cadeira que, no entanto, apresenta um carácter absolutamente próprio e intransferível.
Sofá Swan
Como o sofá-Egg, a cadeira Swan e possui formas orgânicas que proporcionam um conforto absoluto e garantem uma certa intimidade e discrição, algo fruto de seu propósito inicial, como armário de hall de hotel, ou seja, como a cadeira de uso público pensada para um espaço de passagem, em grande medida, dedicado à arte da espera.

A situação e a forma dos braços, bem como a ligeira inclinação para trás que apresenta, otimizam o conforto que é capaz de dar.

Imagens | Due-Home, Facilisimo, Archi Expo Itália, Dexigner, Los Angeles Modern auctions auto Blog, FFFFOUND!
Clássicos do design: a cadeira Swan

História do mobiliário: o antigo Egipto (2)

Há alguns dias estrenábamos seção no blog, iniciando uma história do móvel que irá tentar explicar de forma amena, mas rigorosa, a evolução do mobiliário desde o antigo Egito até os nossos dias. E é que se pode considerar que o nascimento do móvel teve lugar no Egito, civilização em que os objetos do cotidiano empregados em casa alcançam um nível de sofisticação e variedade nunca visto até então. Esta civilização, que existiu cerca de 3.000 anos antes do início de nossa era, produziu uma riqueza de mobiliário surpreendente até mesmo para o dia de hoje.
A variedade do mobiliário egípcio: as cadeiras
O mobiliário egípcio era caracterizado, entre outras coisas, por oferecer muitas opções dentro de cada tipo de armário. Por exemplo, existiu uma grande variedade de cadeiras, a mais importante das quais foi a cadeira de tesoura, um projeto que aparece em todas e cada uma das civilizações posteriores e que perdurou até aos nossos dias. Assim que carrega entre nós um mínimo de 5.000 anos!

Da cadeira de tesoura decorre uma outra mais completa e sofisticada, com o encosto mais alto e no qual se colocava, como no assento, um fofo almofada. Ambas as cadeiras apresentavam a ornamentação própria dos móveis que entravam em contato com o corpo humano: os motivos de animais.
Nesta segunda cadeira foi evoluindo, até dar lugar a um tipo de cadeira com as pernas em forma retangular, imitando perfeitamente as patas do animal que pretendiam representar e, o mais importante, apresentando um assento totalmente côncavo sobre o qual se situava a almofada, certamente com a idéia de melhorar sua ergonomia.

Finalmente, houve um último tipo de cadeira com encosto e braços, precursora dos atuais poltronas. Este tipo de cadeira é a mais elaborada e elegante de todas, e está nos palácios reais. Toda ela está cheia de belos enfeites e firulas esculturas em madeira do encosto, os lados e as pernas.
A variedade do mobiliário egípcio: as camas
Apesar de que se sabe que, já na antiga Mesopotâmia usavam as camas, não foi ao Egito que estas alcançaram uma certa sofisticação, sem deixar de ser muito simples. Foi também uma das primeiras vezes na história que se usou algo parecido com um travesseiro: encosto de cabeça, que era portátil e se chamava uol. O uol costumava ser de madeira, mas às vezes também apresentava-elaborado em alabastro ou barro. Às vezes é forraba com linho, para suavizar o contato com a cabeça e o rosto, e seu objetivo era preservar o penteado do sono, daí a sua altura e dureza.

A típica cama egípcia para dormir se chamava angarib e apresentava um simples entrelaçamento de tiras vegetais sustentado por quadros retangulares sobre o que os egípcios colocava um colchão. Sabe-se também que os baldaquinos eram uma estrutura já utilizada pelos egípcios que, na ocasião, era a altura da cama até tal ponto que não podia aceder a ela mais do que através de um banquinho ou uma escada.

Mas esse não era o único tipo de cama do que temos conhecimento, no Egito, e os egípcios já tinham camas suplementares, a que chamavam “leitos de repouso”. Estas chaise-longues primitivas eram camas mais curtas e baixas que as camas normais, e os enfeites animais estavam muito mais intensificados, acrescentando-lhe a cabeça e a cauda para umas pernas já detalhadamente trabalhadas. Também nos divãs se usavam os da uol para apoiar a cabeça.
A variedade do mobiliário egípcio: as mesas e o armazenamento
As mesas no antigo Egito costumavam ser pequenas e baixas, e as mesas redondas, em forma de flor eram as mais apreciadas, embora não as únicas. E é que os egípcios não lhes aconteceu nunca construir grandes mesas para toda a família ou para grandes banquetes, mas que comiam sozinhos ou em grupos de dois e utilizavam para isso mesas pequenas. A ornamentação que acompanhava estas mesas era a mesma que para as cadeiras –os motivos de animais–, e é conhecida a torcida para os jogos de mesa de os egípcios, assim que, em muitas ocasiões, as mesas foram utilizados para este fim.

Quanto às caixas, baús e preço, costumavam ser confeccionados em madeira e eram bastante simples. Em sua maioria, não se tallaban mas que se pintaban com ornamentos geométricos e elementos da arquitetura civil, como plena copa ou colunas. Como uma variante dos depósitos, encontramos também os móveis com gavetas, em que eram guardadas as vestes, enquanto que os troncos e os depósitos os egípcios armazenados seus objetos de higiene pessoal e beleza, assim como seus produtos de cosmética e maquilhagem.
Cofre de marfim encontrado na tumba de Tutankhamon
O que vos pareceu a variedade de móveis que havia no antigo Egito? A nós, nos deixou com a boca aberta. Durante o mês de setembro, publicaremos um novo post sobre a história do móvel no Egito, que esperamos que estejam gostando tanto quanto nós. Feliz volta às aulas!
Fontes | Wikipédia, Egiptomaníacos, Móveis Vitale.
Imagens | Clicando em cada imagem, você pode acessar sua fonte, exceto a imagem de cabeçalho que é Expresso Viagens.
Quer saber mais sobre o antigo Egito?
História do mobiliário: o antigo Egito (1)
História do mobiliário: o antigo Egipto (2)

Explora e abandona a tendência tropical

Apesar de ser uma das tendências mais extremas –e por isso arriscadas– verão, a tendência tropical foi feito um buraco muito respeitável em cada um dos domínios do projeto, incluindo, claro, a decoração. Mas não só: como já te adiantamos em janeiro de 2014, o tropical está presente em quase todas as artes aplicadas: moda, têxteis para o lar, design de mobiliário, design de jóias, design gráfico… Hoje convidamos-vos a dar um passeio por todas essas aplicações para encontrar a sua inspiração na hora de colocá-la em prática de uma maneira consistente com o seu estilo.
Se há um domínio em que a tendência tropical foi consagrado a mar de bem é o da moda. E é que… quem não vai ficar com uma t-shirt, um macaco ou uma calça com estampa de folhas tropicais agora que chega o verão? É um print refrescante e divertido, e acima de tudo muito florido. Talvez por esse motivo, marcas como Zara tornaram o tema tropical no leitmotiv de sua campanha primavera-verão 2014: seja em roupas ou em cenário de fundo, o seu lookbook está repleto de folhas de palmeira.

Não são os únicos: enquanto o blog do Net-à-Porter sugere-nos ideias de estilo para não deixar o look tropical da manhã à noite, blogueiros de moda como Eleonora Carisi nos hechizan com seus looks total tropicais, e outros blogs de estilo mais modestos nos propõem ideias simples e baratas para obter outfits tropicais sem dar o cante e sem gastar muito.
Net-à-Porter
Eleonora Carisi
Myy Fashion Blogg
Até mesmo as grandes, como Diane Von Fürstenberg, nos propõem dar uma volta de porca com a tendência a abandonar as folhas para se concentrar no exotismo colorido de flores remotas.
Diane Von Fürstenberg para Bergdorf Goodman
Vá, que esta tendência já está tão arraigado que nem os homens nem o branding escapam da moda tropical.
Calças tropicais para homem
Imagem gráfica de Holly Burger
Na decoração, o tropical também veio pisando forte, e nos acompanha, tanto em tecidos, papel de parede e estofos, como na global criação de ambientes. Há mesmo marcas híbridas entre o mundo da decoração e da moda, como House of Hackney, que jogam a extremar a tendência até o ponto de fundir os vestidos com a decoração.

Em sua extensa coleção Palmeiral cobrem prints tropicais de todo o tipo e cor para todos os tipos de produtos, desde sofás e poltronas para vestidos e sapatos, passando por protetores de mão de cozinha, livros, fatos de banho e lâmpadas.

O tropical está muito presente também no papel de parede e telas, utilizadas posteriormente para uma infinidade de coisas, como toalhas de mesa, forros de almofadas ou lençóis.
Papel de parede Kravet
Papel de parede Schumacher
Papel de parede Schumacher

Se você quiser inspiraros para criar ambientes com um toque tropical, sem casaros muito com nenhum print concreto, não hesite em dar uma olhada neste post de tendências em decoração para o verão 2014 que publicábamos há poucos dias. E por outro lado, esperamos que você tenha gostado deste percurso, a tendência tropical, que parece que chegou para ficar –pelo menos neste verão.
Imagens | Clicando em cada imagem, você pode acessar a sua fonte, com exceção da imagem de cabeçalho que é de House of Hackney.
Explora e abandona a tendência tropical

Camas convertíveis: quem disse não aos convidados?

O verão é uma época em que gosta de convidar os amigos e familiares em casa: nós gostamos que venham a almoçar ou a jantar, e mesmo que fiquem a dormir um par ou três dias. Mas nem todas as casas são tão afortunados como para dispor de um quarto de hóspedes. Por isso existem móveis como camas convertíveis ou, dito de outro modo, sofá-camas, puff camas e os plegatines, móveis auxiliares multi-função que tornam possível ter convidados noturnos, embora se disponha de pouco espaço em casa.
Felizmente, a idéia de que antigamente se tinha do plegatín –um lixo barulhento e desconfortável, difícil de atuação e praticamente impossível de mover– já ficou para trás, e hoje em dia contamos com ótimos aliados como o plegatín Bergamo, uma cama auxiliar dobrável que inclui estrado, colchão e um jogo de 4 rodas de nylon, o que nos permite transportar o armário com muita facilidade em qualquer lugar da casa. Com ele, você poderá ter sempre a tua cama de convidados, a ponto mesmo que convenientemente guardada.
Plegatín Bergamo
Uma variação do plegatín de toda a vida é o puff cama, um tipo de móvel muito prático, que não só oferece uma cama dobrável para qualquer ocasião, mas a possibilidade de dar-lhe uma utilidade palpável ao conjunto também quando está dobrado. Nesta categoria chegaríamos ao puff-cama Lulu, uma cama dobrável ao nível do solo com estrutura de madeira e espuma D-20kg que se transforma em um lindo puff com rodas, ou o puff-cama Sils, um completo plegatín com colchão de molas, de ferro, chapas de madeira de faia e o colchão de espuma de poliuretano, cujo edredão está disponível em 3 cores e dobra torna-se também um confortável puff da cor do seu edredom.
Puff cama Lulu exibido
Puff cama Lulu dobrado
Puff cama Sils
E como aposta mais segura –mas também menos econômica–, pode sempre optar por um sofá-cama que ocasionalmente lhe permita transformar a sua sala em um quarto de hóspedes. Em nossa loja você encontrará vários projetos –como o confortável sofá-cama Tai, o sofá-cama Nepouf, o sofá-cama Nedos ou o sofá-cama Capitoné– com os quais você pode decorar com elegância e bom gosto o seu salão e, ao mesmo tempo, convidar a dormir aos seus amigos e familiares quando quiser.
Sofá-cama Tai
Sofá-cama Tai
Sofá-cama Nepouf
Sofá-cama Nedos
Sofá-cama Nedos
Sofá-cama Nedos
Sofá-cama Capitoné
Sofá-cama Capitoné
Em suma, não deixe que a falta de espaço em casa te impeça de ter uma vida social plena: as camas convertíveis podem tornar a vida mais fácil e permitir que você convidar para casa para quem você quiser. Quem disse não aos convidados?
Imagens | DueHome, Fotolia.
Camas convertíveis: quem disse não aos convidados?

Novidades deco: quartos completos e muito mais!

Já é outubro e termina a verdade é que este mês estamos a fartura de novidades deco. Talvez a novidade mais marcante é que começamos a incorporar a possibilidade de decorar quartos completos com as extensas linhas de mobiliário começamos a oferecer. Isto é algo que já ocorria com algumas escalas como a Kendra, uma linha que permite decorar praticamente toda a casa com móveis do mesmo estilo, mas agora oferecemos muito mais variedade, com oferta tanto para quartos infantis e juvenis como quartos para adultos. E, embora já é, estamos contentes em dizer que não é o único novo que você vai encontrar no nosso catálogo deste mês. Quer ver o que há?

Se você já se provaram as estantes iBlue e iPink que apresentamos em catálogo no mês passado, vai adorar os quartos juvenis completas iBlue e iPink que, a partir deste mês, você pode adquirir em DueHome a um preço muito razoável. Cada quarto é composto de prateleiras de parede que você já conhece, uma mesa de escritório, um armário e uma cama-gavetão com espaço para dois colchões e gavetas de armazenamento. Todo hotel cinco estrelas e muito harmonioso aos olhos. O que você acha? Aqui você vai encontrar todos os móveis da gama iBlue e aqui toda a gama iPink.

Na mesma linha juvenil, mas mudando a gama de cores, encontramos a sala completa iPlay, uma bela combinação de branco e lilás ideal tanto para meninos como para meninas. A linha iPlay em si inclui um chifonier, uma estante suspensa e uma cama para dois colchões e espaço adicional de armazenamento, mas também combina muito bem com a linha iJoy –tanto em branco e lilás – e com a gama iPlash, que também é nova. O julga por ti mesmo! Por certo, aqui você vai encontrar toda a gama de mobiliário iPlay disponíveis em nossa loja.

Mesa de computador iJoy · Comprar

Estante juvenil iJoy · Comprar
Armário iPlash · Comprar

Cama de casal juvenil iPlash · Comprar
Uma última escala da juventude, que estreou este mês, e que lhe servirá para decorar um quarto completo é a gama Ares, uma linha que combina de forma muito elegante o branco e o marrom claro para criar um ambiente acolhedor e também versátil a nível de gênero, já que lhe servirá tanto para menino como para menina. A linha Ares conta com um original armário, uma estante, pingente e uma cama-gavetão com capacidade para dois colchões e gavetas de armazenamento, e graças ao critério de cores para seus filhos lhes vai continuar gostando de sua casa quando já forem adolescentes. Aqui você vai encontrar a gama Ares por completo.

Voltando agora para o mundo adulto, a certeza de que você adoraria encontrar a forma de decorar o seu quarto de golpe, sem ter que andar à procura e encaixando peças soltas, que não foram pensadas para ir de a mão a partir de um princípio. Se esse é o seu caso, você está com sorte, porque agora você pode, literalmente, comprar o seu quarto inteiro em DueHome. E se você chifla o estilo nórdico, vai morrer de amor, quando você vê a linha Dreams de móveis de quarto, composta por uma cabeça com mesas de cabeceira, armário e chifonier, tudo na cor branco e madeira natural. A forma de decorar o seu quarto ao mais puro estilo escandinavo por muito pouco. Aqui toda a linha Dreams. Por certo, a cama das fotos é a cama Kendra, se te interessa saber.

Mas se o que você está procurando é mais uma opção prática e econômica, que lhe permita solucionar o quarto rápido e sem muita complicação, então suas escalas são a Ward e a Low Cost, ambas com predileção para o funcional e muito bom de preço. As duas são compostas de armário, chifonier e mesa de cabeceira, no caso da gama Ward com várias opções de cor. Aqui você vai encontrar todos os móveis Ward e aqui todos os móveis Low Cost.
Armário Ward, cor cerejeira · Comprar

Chifonier Ward, cor branca · Comprar

Guarda-Roupa Low Cost · Comprar

Criado-mudo Low Cost · Comprar

Essas são nossas novidades deco mais em destaque do mês de outubro, mas olho… não são todas! Também ampliamos a gama Kendra, nós adicionamos móveis de TELEVISÃO e de entrada, alguns móveis auxiliares e sapateiros… o que Passa pela seção de Novidades de DueHome para não perder detalhes!
Imagens | DueHome, Fotolia.
Novidades deco: quartos completos e muito mais!

Tutorial DIY: como transferir uma imagem para uma tela

O tutorial DIY que vos trazemos hoje é daqueles que vos vai surpreender pelo simples que é, e o bom que é, especialmente se você gosta do acabamento vintage ou envelhecidos em seus móveis e acessórios de decoração. Trata-Se de uma técnica que nos vai permitir transferir uma imagem para uma tela, para que possamos utilizar as nossas imagens preferidas para decorar nossa casa com charme. Por se tratar de uma técnica artesanal, a imagem final apresenta um acabamento imperfeito e envelhecido, detalhe que lhe concede a tela um ar único e intransferível que nós amamos.

Este tutorial DIY procede do blog A Beautiful Mess, o blog de estilo de vida feminino centrado no caseiro e artesanal das irmãs Elsie e Emma Chapman. Neste fantástico blog você vai encontrar um monte de tutoriais DIY, propostas de estilo e looks, receitas, idéias e recomendações fotográficas e decorativos, e muito mais, então, se ainda não o prende, não hesite em fazê-lo. Por certo, você pode encontrar o tutorial original em inglês aqui e um segundo post em que as irmãs respondem às dúvidas e perguntas dos usuários que tentaram fazer o passo a passo aqui. Todas as imagens utilizadas neste post pertencem a Beautiful Mess.

Material
Tela firme, no tutorial original escolhem um tamanho de 8 x 10.
Gel de espessura média, o tutorial original apostam no Gel Médio de Liquitex.
Pincel de pintura de tamanho médio.
Um pequeno vaporizador de água cheio.
A foto que você deseja transferir impressa em laser sobre um papel.
Dicas e explicações prévias
Tenha em conta que a sua imagem é transferida invertida, como em um espelho. Você pode transferir uma imagem em branco e preto ou em cores, no tutorial original da escolhem em branco e preto, pois ele fornece um olhar
Tutorial DIY: como transferir uma imagem para uma tela

Sorteio Deco: ganhe um colchão e descanse como um rei (fechado)

Tal como vos anunciou, na semana passada, neste mês de abril, vem carregado de novidades e surpresas. E uma delas é o grande sorteio que vos trazemos hoje, pouco antes da Semana Santa para que eu vos dê tempo para participar. Como isso do descanso e do sono levamos muito a sério, pensei que contornar um colchão Viscocarbono de Confortmaster seria uma boa idéia. Trata-Se de um colchão ergonómico viscoelástico de alta gama e de dupla face –uma para o inverno e outra para o verão– avaliado em preços que variam entre os 179€ e os 238€, de acordo com as medidas.

O colchão Viscocarbono apresenta, entre outras, as seguintes características:
Elaborado em memory da melhor qualidade
Dupla face: uma de inverno e outra para o verão
Altura total: 21cm
Grau de firmeza: 4/5
Perímetro reforçado
Tecido Stretch Evolution com tratamento anti-bactérias
Estofamento alto-alto para um maior conforto
2 camadas de 180g de fibra anti-alérgica
Camada Eliocel perfilamento de 1cm de HD para cada uma das faces do colchão
Núcleo Eliocel HR de 17cm, densidade 20kg
Camada Viscoelástica de 3cm, densidade 50kg
Sistema Airfresh 3D respirável

O colchão Viscocarbono de Confortmaster está disponível em 3 medidas (90×190, 135×190 e 150×190), e o vencedor ou vencedora do sorteio pode escolher a medida que se leva para casa, é claro, sem despesas de frete.
O que vos parece o presente? Legal, não é? Para participar só têm que residir em Portugal –incluindo Canárias, Ceuta e Melilla– e seguir estes passos:
Ser fãs de nossa página de Facebook
Ir para o tab CONCURSOS E SORTEIOS em nossa página de Facebook, onde você vai encontrar um tab ativo: ‘Sorteio Deco: ganhe um colchão e descanse como um rei’. Petição em PARTICIPAR, siga os passos e pronto!

Pode participar de hoje até o dia 30 de abril, às 00:00h. O vencedor ou vencedora do sorteio será publicado no dia 2 de abril de 2014 em nosso blog e redes sociais, assim que é… fique atento!
Desejamos muita, muita sorte a todos!
Imagens | DueHome, Fotolia.
Sorteio Deco: ganhe um colchão e descanse como um rei (fechado)

É tendência na decoração: pisos de madeira e cerâmica

Na primavera, essa estação tão louca, procura ideias inusitadas e surpreendentes. Uma dessas ideias em decoração capazes de deixar com a boca aberta ao mais pintado é a que encontramos em o fabuloso blog Decor8, que, como sempre, não deixa de hechizarnos. Trata-Se de uma tendência na decoração não majoritária, mas, sem dúvida, digna de nota: os pisos de madeira e cerâmica, que segundo Gudy, uma das colaboradoras habituais de Decor8, estão muito na moda no momento.
Pisos de Paola Navone publicados no Est Magazine.
A combinação de madeira e mosaico no mesmo solo permite unir duas tendências em decoração firmemente instauradas: por um lado, o uso de madeira para decorar os solos, um recurso atemporal que lhes confere esse sentimento caloroso e acolhedor que nenhum outro material é capaz de dar-lhes, e, por outro lado, o uso de mosaico de cerâmica, com diferentes formas ou padrões, uma tendência que está a destacar-se desde há já um tempo. Se você não sabe com qual das duas opções, ficar, agora você tem fácil combiná-las porque vai levá-lo diretamente para a vanguarda do mundo da decoração.
Restaurante Midhill de Helsínquia via Little Helsínquia.
Os segredos do sucesso desta (arriscada) tendência são vários: por um lado, o perfeito corte de materiais, que têm que estar bem encaixados para que a transição entre ambos seja imperceptível e indolor. Por outro lado, a nível de cores e formas dos materiais combinados têm que funcionar entre si e com o resto do ambiente. Seja de maneira harmônica ou como contraponto mútuo, a madeira e a cerâmica têm que trabalhar bem juntas.

Uma idéia que funciona sempre, sem se complicar a vida é combinar branco e madeira. Por exemplo, neste espaço projetado por Patrycja Domanska a madeira torna-se gradualmente em cerâmica branca, respondendo ambas ao mesmo padrão de distribuição e forma sobre o solo, que foca a evolução e o contraste apenas na transição de cor. O resultado é limpo, harmonioso e muito acolhedor.
Patrycja Domanska.
Mas nem tudo tem que ser jogar, a exclusivo critério: de acordo com Gudy de Decor8, o bom dessa tendência é que permite personalizar ao máximo o espaço. A única máxima é conjugar madeira e cerâmica, a partir daí, podem-se combinar uma infinidade de formas, cores e padrões, até obter um estilo próprio, dando lugar para estadias absolutamente pessoais. E também diz que quando fica muito na cozinha e no banheiro, estadias semi-privadas ideal para experimentar coisas novas. Aí vão algumas idéias:
41zero42.
41zero42.
Tabarka Studio.
Valvet.
Inclusive, se você se atreve, você pode levá-lo a combinação das paredes e do teto!
41zero42.
41zero42.
41zero42.
E a vós, eu gosto desta combinação de madeira e cerâmica para decorar a casa? O que pensa da mistura de materiais diferentes em uma mesma área?
Imagens | Clicando em cada imagem, você pode acessar a fonte original. A foto do cabeçalho é aqui.
É tendência na decoração: pisos de madeira e cerâmica